quinta-feira, 29 de junho de 2017

SERVIDORES PÚBLICOS JÁ PODEM SACAR ABONO DO PIS

SALÁRIO
Como sacar o abono salarial 2017
Servidores públicos que tiverem direito ao PASEP tem que verificar se houve depósito em conta.
Foto: Divulgação
Primeiramente, é importante que o trabalhador faça uma consulta no site do Ministério do Trabalho para saber se tem direito. Para isso, basta acessar a opção Abono Salarial e em seguida clicar em Consulta Abono Salarial. Deve ser preenchida algumas informações pessoais na página como o número de CPF ou do PIS, data de nascimento. 

No caso do PIS, para sacar, o trabalhador, que possui o Cartão Cidadão e registrada a senha, pode ir aos terminais de auto autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se for o caso de não possuir o cartão, pode receber o valor em uma agência da Caixa apresentando documento de identificação. 

Servidores públicos que tiverem direito ao Pasep tem que verificar se houve depósito em conta. Caso isso não ocorra, devem procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. 



Fonte: Piauí Agora.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

MORTE NO MOTEL

INFARTO
Mulher passa mal e morre em suíte de motel
O corpo da mulher foi encaminhado ao necrotério do Hospital Regional de Campo Maior para ser examinado.

Uma mulher identificada como Tatiana dos Reis Santos, 40 anos, passou mal e acabou morrendo na noite de ontem, terça-feira, (27), dentro de um motel na cidade de Campo Maior, no Piauí, nas proximidades da BR-343. 

Ela estava acompanhada de um homem, identificado como Raimundo Nonato, que acionou uma viatura do Samu.

De acordo com o Major Etevaldo, Comandante do Batalhão da Polícia Militar, a mulher não tinha marcas de agressão e acredita que ela tenha sofrido um infarto. 

O corpo da mulher foi encaminhado ao necrotério do Hospital Regional de Campo Maior para ser examinado.


Compartilhado por: Milton Vieira

Fonte: Portal de Campo Maior 

PREFEITO DE COELHO NETO - MA ABANDONA OS PROBLEMAS DO MUNICÍPIO E PRIORIZA BRIGA POLÍTICA COM O SEU ANTECESSOR

Ao mesmo tempo em que patrocina a desarticulação do movimento Pelo Bem de Coelho Neto, Américo de Sousa procura esvaziar o grupo de Soliney Silva


Foto: Reprodução
Enquanto o prefeito de Coelho Neto - Ma, Américo de Sousa (PT) patrocina uma onda de terrorismo, na tentativa de inibir o Ato Público e a Caminhada do movimento Pelo Bem de Coelho Neto, programados para o dia 1º de Julho, o município não consegue sair do marasmo administrativo.

As verbas destinadas ao município parecem mofar nas contas bancárias sem que a prefeitura se mobilize, de forma dinâmica, para aplicá-las.
Mais 9 milhões de reais do último bimestre nas constas da prefeitura 
Por culpa desse comportamento político do petista, a inércia do governo é tão constante que tem vereador da base aliada sendo obrigado a pegar no pesado enquanto o prefeito se ocupa demais em perseguir o seu antecessor e padrinho político.
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução
Na tarde de ontem, 27, no Teatro Municipal, ele reuniu os servidores para anunciar, dentre outras coisas, a contratação de Jademil Gedeon para o SAAE. Jademil foi concorrente do petista na eleição majoritária do ano passado, apoiado pelo então prefeito Soliney Silva (PMDB.

O fato não chegou a ser uma surpresa, mesmo porque, a ida de Jademil para o grupo da situação já vinha sendo articulada, pela cúpula do PT, a algum tempo. 

Há quem diga que Américo só convocou o funcionalismo público para a posse de Jademil apenas para demonstrar força na briga política com seu desafeto.

Outrossim, segundo a direção do PMDB para assumir o cargo Jademil teve que atender algumas exigências do "chefe", dentre elas se desfiliar do partido e assumir publicamente sua obediência ao governo petista. 

Na outra ponta desse cabo-de-guerra está Soliney Silva. Segundo sua assessoria de comunicação, ele deve chegar nesta quara-feira, no início da tarde, para dar prosseguimento à programação do movimento Pelo Bem de Coelho Neto.  ,








terça-feira, 27 de junho de 2017

MORTE NA RODOVIA

TRAGÉDIA
Colisão entre caminhão e carro mata três pessoas na BR-407

Segundo informações, o caminhão, que transportava coco, teria invadido a contramão, colidindo frontalmente com a D20, que vinha em sentido contrário.


Um acidente do tipo colisão frontal entre um caminhão e um carro, modelo D20, causou a morte de três pessoas na madrugada desta segunda-feira, (26), na BR-407, numa curva na altura do Povoado Maria Preta, divisa dos municípios de Jaicós e Patos do Piauí.

Segundo informações, o caminhão, que transportava coco, teria invadido a contramão, colidindo frontalmente com a D20, que vinha em sentido contrário. Ambos os veículos tombaram várias vezes. O condutor do caminhão morreu no local e até o momento não foi identificado.

A D20 chegou a cair na ribanceira e ficou totalmente destruída, matando o condutor identificado por José Ribamar de Carvalho, ex-vereador da cidade de Floresta no Piauí e seu irmão, identificado por Francisco Barbosa de Carvalho. Os irmãos ficaram presos às ferragens. 

A Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF/PI), o Comando do Corpo de Bombeiros e a Perícia foram acionados e realizaram as devidas providências.

Publicado por: Márcia Gabriele  |  Fonte: Redação Piauí Agora

Compartilhado por: Milton Vieira

Mordomia na prisão

BrasilPolítica
MP investiga se Cabral tem ‘mordomo’ na prisão, diz TV
Ex-governador está detido em cela especial para portadores de diploma, mas um de seus colegas não possui a formação, o que provoca suspeitas de promotores
O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) (José Lucena/FuturaPress/Estadão Conteúdo)
As controvérsias em torno do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral(PMDB) não param. Depois da notícia de que uma fiscalização surpresa encontrou altas doses de antidepressivos na cela de Cabral, agora a suspeita de que um preso que divide o espaço com ele poderia estar trabalhando como uma espécie de “segurança” ou “mordomo” do ex-governador.
Sérgio Cabral está detido no Presídio de Benfica, na zona norte do Rio de Janeiro, em uma ala reservada a presos que, como ele, possuem diploma de curso superior. No entanto, dos cinco detentos que dividem a cela com o peemedebista, um, Flávio Melo, não teria a formação necessária, segundo reportagem exibida pela TV Globo na noite desta segunda-feira. Ex-policial militar, Melo foi condenado a 21 anos por crimes relacionados ao tráfico de drogas e, segundo uma justificativa possível, correria risco de vida.
Em entrevista à TV, o promotor Sauvei Lai afirmou que o Ministério Público recebeu “com estranheza” a presença do preso na cela de Cabral, uma vez que, se fosse por questões de segurança, ele deveria estar em um espaço de isolamento. Agora, o MP vai investigar a possibilidade de não ser aleatória a estadia dele justamente na unidade onde está preso o ex-governador, de quem poderia ser um “homem de confiança”.
De acordo com a reportagem, as teses consideradas são de que Melo possa ser um “mordomo”, responsável pela limpeza da cela, ou um “segurança particular”,uma vez que, “respeitado pelos outros presos”, poderia evitar agressões ao ex-governador. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) alegou que Flávio Melo está em Benfica por ordem da Justiça. Procurado por VEJA, o escritório que defende o ex-governador Sérgio Cabral afirmou que não comenta o caso do peemedebista.
VEJA.com


LUTO

Foto: Álbum da família

Morre o excêntrico "Velho Bill"

Morreu na madrugada desta terça-feira, 27, aos 84 anos, Átino Andirá Duarte - o Velho Bill, como era conhecido. 

Durante alguns anos ele lutava contra um enfisema pulmonar. Hoje, por volta das 05h30min ele teve uma crise de insuficiência respiratória. Ainda foi levado às pressas para a UPA da cidade, onde veio a falecer.

De família tradicional e política, Velho Bill era de Boa Vista - RR. Seu pai, Aquilino da Mota Duarte foi o primeiro governador daquele estado. Chegou em Coelho Neto no início dos anos 1990. Naquela época, nos áureos tempos de Grupo João Santos, entrou no ramo de pneus, montado a loja PneuLub, tornando-se o maior empresário do ramo na região.

Homem de palavras fáceis, inteligente e antenado com a realidade política, por duas vezes se candidatou a vereador do município pelo PFL (hoje DEM), com o slogan "Você pode... Basta querer! Mesmo não conseguindo se eleger, tornou-se figura expressiva e indispensável na política local.



Velho Bill,desde que perdera o filho Francisco Alexandre retraíra-se em sua casa, no Conjunto Guanabara. Ele deixa a esposa Elza Maria e os filhos Ana Maria e Jardel.

O seu corpo será velado em sua residência. O sepultamento se dará no cemitério São Judas Tadeu. A família ainda não definiu o dia e o horário.

O ex-prefeito Soliney Silva, de quem Velho Bill foi aliado político durante muito tempo, está em Goiânia- GO. Por telefone ele manifestou suas condolências à família do amigo.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

SOLINEY VAI LIDERAR MOVIMENTO PELO IMPEACHMENT DO PREFEITO DE COELHO NETO – MA

Foto: Reprodução

Em entrevista exclusiva ao blog o ex-prefeito esclarece dúvidas sobre obras inacabadas e assume movimento pelo afastamento do prefeito Américo de Sousa (PT).

Numa tentativa desesperada de desqualificar o ex-prefeito Soliney Silva (PMDB) e culpa-lo pelos fracassos da sua administração, o prefeito de Coelho Neto (MA), Américo de Sousa (PT) desferiu sua língua ferina no ex-gestor durante uma hora de entrevista, sábado, 24.

Claramente incomodado com o movimento, liderado pelo seu desafeto e ex-padrinho político, Américo de Sousa dedicou maior parte da entrevista às obras inacabadas, deixadas pelo ex-prefeito, citando exclusivamente Escolas, Creches, UBS’s e Captação de água do Rio Parnaíba.

Consultado pelo blog, o ex-prefeito Soliney Silva disse que são obras do PT, distribuídas em todo território nacional durante o governo Dilma. Ele reconheceu que são obras eleitoreiras, as quais tinham por finalidade patrocinar a permanência do PT no poder nas eleições de 2014. “Prova disso são obras igualmente a essas espalhadas pelo Brasil inteiro. Aqui, em Coelho Neto, todas as obras do governo Dilma eram acompanhadas por um engenheiro do governo federal. Ele mesmo fazia as medições para a liberação dos recursos. A Prefeitura só repassava para as empreiteiras., afirmou o ex-prefeito.
Foto: Reprodução - "Obras inacabadas são culpa do PT", diz Soliney

Soliney informou que no início de 2015, quando explodiram as denúncias contra o PT, o governo federal paralisou todas as obras em andamento no País. Segundo ele, foi então que determinou que se fizesse um relatório sobre a realidade das obras federais no município e o encaminhou para os Ministérios da Educação e Saúde. “Eu vou pedir direito de resposta e mostrar para o povo o quanto esse prefeito é dissimulado e mentiroso. As obras do governo federal aqui em Coelho Neto foi o partido dele que mandou para reeleger a Dilma em 2014, depois, com a explosão da Lava Jato, eles pararam as obras. E não foi só aqui, não! Foi em todo o Brasil!”, assegurou.

Sobre o Sistema de Captação e Tratamento de Água do Rio Parnaíba, Soliney esclareceu que o seu governo não continuou com a obra porque em 2009, quando assumiu a prefeitura, pediu um relatório à FUNASA, através do qual foi informado que os recursos em caixa, deixados pela administração do ex-prefeito Magno Bacelar, eram insuficientes para a conclusão do projeto. “Denunciei isto para o MPF, pedindo providências para o caso. O resultado foi uma fiscalização concluindo que o projeto inicial precisava ser alterado por conta de irregularidades”, resumiu.
Foto: Reprodução

Soliney citou como agravante um pagamento feito à HIDROTEC – Construções e Comércio LTDA, no valor de R$ 1.252.633,12. “Ora, se a obra foi paralisada em agosto de 2008, em função das eleições municipais daquele ano, e as eleições foram realizadas em outubro, como é que houve produção na obra para o então prefeito Magno pagar em novembro esse valor?! Foi por isto que denunciei e é por isto que a obra está parada até agora”, afirmou o ex-prefeito.

Ele relembrou que teve a garantia dos técnicos do governo federal de que a obra seria aditivada, mas que dependeria de aprovação do congresso nacional, pois se tratava de obra do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. ”Eu confiei tanto nisso que me empolguei! Fui à televisão afirmar que ia concluir a obra. Foi um erro, pois o Congresso Nacional, depois da Lava Jato, nunca mais foi o mesmo”, lamentou Soliney.

Soliney Silva criticou o comportamento do prefeito que, segundo ele, ainda não fez nada pelo povo mesmo com os recursos em dia. “Ele precisa dizer o que é que tá fazendo com o dinheiro que tá recebendo todo mês, porque até agora o que se ouve são reclamações da população. Daqui a pouco ele vai dizer que não faz nada porque eu não deixo! Será que ele pensa que as pessoas acreditam nas mentiras dele?”, questionou.

O ex-prefeito garantiu que vai pedir direito de resposta e liderar o pedido de impeachment do Américo . “Esse prefeito precisa assumir que é incompetente, que não sabe administrar os problemas do município. É por isto que vamos mobilizar a população, vítima da sua incompetência e da sua tirania, para pedir o seu afastamento. Vai ser dia 1º de julho. Vamos fazer isso e mandar o pedido do povo para os vereadores. Todos os motivos vão ser elencados no documento popular. Só vai depender deles”, finalizou.
Foto: Reprodução
Soliney Silva é líder do movimento Pelo Bem de Coelho Neto que já tem, inclusive, uma programação para o dia 1º de Julho, pela manhã, iniciando-se com um Ato Público no espaço Coqueiro e encerrando-se com uma Caminhada pelo centro da cidade, para pedir o impeachment do petista.

Este blog tentou contato por telefone com a Assessoria de Comunicação do prefeito Américo de Sousa, mas até o fechamento desta matéria  ninguém foi localizado nem retornaram as nossas ligações.